Tecnologias convencionais

Em geral, é possível afirmar que as tecnologias convencionais realizam um tratamento das águas residuais de forma intensiva através de processos físicos, químicos e biológicos que permitem velocidades de reacção e tratamento mais acelerado, embora com custos de operação e manutenção mais elevados, o que se traduz num elevado consumo energético, de produtos químicos e necessidade de pessoal especializado. Por sua vez, os sistemas convencionais apresentam dificuldades para se adaptarem à elevada variabilidade de cargas orgânicas e de caudais apresentados pelas indústrias vitivinícolas ao longo do ano, pelo que o seu rendimento e eficiência ficam limitados.

Sistemas naturais

Por outro lado, os sistemas naturais, como as FITO-ETAR artificiais, caracterizam-se por um baixo consumo de energia, não requerem produtos químicos para o tratamento das águas residuais (já que reproduzem os processos de tratamento que ocorrem na natureza) e não necessitam de pessoal especializado para a sua manutenção. Por essa razão, estes sistemas apresentam um menor custo tanto a nível de implementação, operação e manutenção, porém, o tempo necessário para levar a cabo os processos de eliminação de contaminantes é maior.

Em suma, as principais diferenças entre os sistemas naturais e os convencionais são os requisitos menores ou nulos de energia por parte dos sistemas naturais, geralmente, entre 5-10 vezes menores que nos sistemas convencionais, e um tempo de retenção até 100 vezes maior do que nos sistemas convencionais. Por esse motivo, é necessária uma superfície maior para a implementação dos sistemas naturais comparativamente a sistemas convencionais para o tratamento do mesmo volume de efluentes, o que pressupõe uma limitação dos sistemas naturais em relação aos convencionais.

Vantagens do sistema WETWINE em comparação com tecnologias convencionais

Tecnologias WETWINE

(sistemas naturais)

Tecnologias convencionais

Consumo Energético

Baixo ou quase nulo

Elevado

Consumo de químicos

Não necessita

Elevado

Custos de implementação e operação

Baixos

Altos

Operação e manutenção

Simples

Complexa

Gestão de lamas

Lamas como fertilizante no próprio sistema

Por empresas autorizadas

Destino dos efluentes tratados

Irrigação

Descarga

Impacto no ambiente

Reduzido, favorecendo a economia circular

Maior

Tempos de tratamento

Mais elevados

Baixos

Superfície necessária

Muita

Pouca

Aptas para volumes de descarga

Baixos ou médios

Grandes ou muito grandes

Uma das atividades realizadas no âmbito do projecto WETWINE é o estudo do impacto do sistema WETWINE no meio ambiente através da metodologia da análise do ciclo de vida (ACV). Desta forma, compara-se o sistema WETWINE com outras tecnologias de gestão de efluentes vitivinícolas actualmente mais utilizadas nas adegas do espaço SUDOE.

Esta ferramenta online WETWINE permite de forma simples e rápida avaliar o impacto ambiental do sistema WETWINE, simulando as condições particulares de cada adega com base em parâmetros operacionais específicos.